Vídeo mostra o que ocorre após uma explosão nuclear subterrânea

Existem muitas formas de cavar um enorme buraco, mas nenhuma é tão impressionante quanto detonar uma explosão nuclear subterrânea.
Uma detonação similar acima da terra também faria um belo estrago, mas não seria tão eficiente, já que a energia desprendida seria direcionada para cima. Mas ao enterrar o dispositivo nuclear e detoná-lo, o solo acima do explosivo absorve parte da energia, fazendo com ela se propague para baixo. Com isso, o chão se comprime e entra em colapso imediato. O vídeo abaixo mostra o exato momento em que o chão parece engolir tudo ao redor após a explosão.

As imagens foram feitas em um local indeterminado dos Estados Unidos. O país, assim como outras nações que possuem armamento nuclear, realiza testes nucleares em áreas isoladas por motivos de segurança. Boa parte das explosões é feita de forma subterrânea para evitar que a radiação se propague pela atmosfera.

Depressões formadas por essa técnica são chamadas de crateras de assentamento. O Departamento de Energia dos Estados Unidos também costuma usar os buracos que resultam dessas explosões como bunkers para armazenar os mais diversos tipos de materiais.