Saiba se o seu amigo é um psicopata! Psicopatas são imunes ao bocejo contagioso!

Quanto menos empatia alguém tem, menos provável é que ela vai bocejar quando alguém fizer o mesmo

De acordo com um novo estudo, pessoas com traços psicopáticos são menos propensas a bocejar ao ver pessoas bocejando em torno delas, porque elas tendem a não ter empatia e conexões emocionais com os outros.

Há muito tempo acredita-se que “o bocejo contagioso” é na verdade um sinal profundo que demonstra uma ligação empática com outra pessoa. Pessoas com fortes laços emocionais, como membros da família, partilham bocejos com mais facilidade do que com estranhos.

E não é exclusivo para os seres humanos – o bocejo contagioso foi documentado em várias espécies de mamíferos, incluindo chimpanzés, lobos e cães.

“Eu pensei, ‘Se é verdade que o bocejo é relacionado à empatia, eu aposto que os psicopatas bocejam muito menos. Então eu vou colocar à prova.” Brian Rundle, o principal autor do estudo e doutorando em psicologia e neurociência na Universidade de Baylor, disse em um comunicado.

LEIA TAMBÉM: QUAL É A DIFERENÇA ENTRE PSICOPATAS E SOCIOPATAS

Para ver se isso era verdade, Rundle primeiro fez com que os participantes do estudo respondessem a um teste psicológico padrão para descobrir onde eles se situavam no espectro psicopata.

Em seguida, eles foram a uma sala escura e usaram fones de ouvido com cancelamento de ruído enquanto vídeos curtos de bocejos, sorrisos e rostos em branco eram reproduzidos em uma tela.

Eletrodos nos rostos dos participantes registraram o número e a frequência de seus bocejos ao lado de respostas fisiológicas, como o movimento muscular e reações nervosas.

O estudo concluiu que quanto menos empatia uma pessoa demonstrou no teste, menos ela bocejava em resposta aos vídeos.

Mas enquanto os resultados de Rundle implicam uma correlação entre a psicopatia e a frequência que alguém boceja, isso não significa que não bocejar é um sinal definitivo de que alguém tem tendências psicopatas.