Os 9 processos jurídicos mais bizarros de todos os tempos!

1 – Robert Lee Brock se processou

Robert Lee Brock era um prisioneiro na Virgínia, EUA, em 1995. Um dia, ele decidiu ser removido da prisão para que pudesse entrar em uma instituição mental. Para que isso acontecesse, ele decidiu processar-se por US$ 50 milhões, alegando ter cometido um crime enquanto estava bêbado. No final, o caso foi arquivado e ele não conseguiu obter a sua transferência.

2 – Família processou o parque Sea World

Em 1999, um homem chamado Daniel Dukes foi morto por uma baleia no Sea World, EUA. Para alcançar seu sonho de nadar com uma baleia, ele se escondeu dos guardas do Sea World para que pudesse permanecer no parque após o fechamento. Após sua morte, seus pais processaram o parque por conta da falta de avisos públicos de que a baleia podia realmente matar pessoas.

3 – Mulher israelense processou uma emissora de TV

A maioria das pessoas entende que as previsões meteorológicas não são 100% precisas. Infelizmente, isso nunca foi o caso de uma mulher israelense que entrou com um processo contra uma estação de TV por errar a previsão do tempo. Segundo ela, a estação de televisão previu que o tempo ia ficar bom, mas choveu. E como vestiu poucas roupas, ela pegou uma gripe.

4 – Cleanthi Peters processou a Universal Studios

Em 2000, uma mulher chamada Cleanthi Peters abriu um processo de US$ 14.000 contra a Universal Studios, alegando ter sofrido muito medo e estresse mental depois de visitar o Halloween Horror Nights Haunted House, que ela achou muito assustador.

5 – Homem processa hospital por deixá-lo cometer estupro

Em 2002, um homem chamado Edward Brewer abriu um processo de US $ 2 milhões contra o Hospital Providence, nos EUA, dizendo que a segurança não conseguiu impedi-lo de estuprar uma das suas pacientes.

6 – Prisioneiro romeno processou Deus

Pavel M., um prisioneiro romeno, estava completando 20 anos na prisão por um assassinato quando ele processou Deus por não mantê-lo longe da influência do diabo. Aparentemente, o caso foi arquivado.

7 – Mulher processou uma estação de rádio local

Uma mulher chamada Cathy McGowan, nos EUA, ganhou um concurso de uma rádio local depois de responder a uma pergunta correta. A rádio local disse para ela buscar um Renault Clio como um prêmio, mas quando ela chegou na estação, só havia um carro de brinquedo. Ela entrou com um processo contra a estação de rádio e ganhou US$ 28.000.

8 – Paciente diabético processou Minnesota

Kathy Kelly, um paciente diabético, processou a cidade de Minnesota após ter escorregado na fonte do Canal Park, e ter seu corte infectado devido a diabetes. Sua queda foi causada por um detergente despejado por um brincalhão na fonte quatro horas antes. No final, ela foi premiada com $ 125.000 e teve suas despesas médicas pagas.

9 – Dois ladrões abriram um processo contra o proprietário da casa roubada

Ao invadir uma propriedade privada, os adolescentes Jeffrey Kline e Brett Birdwell levaram um choque após tocar um fio desencapado. Os dois processaram o proprietário da casa e receberam e ainda ganharam uma indenização