O que são esses misteriosos círculos de pedra na China?

Cerca de 200 estruturas de pedra misteriosas têm intrigado especialistas desde que foram descobertas no deserto de Gobi, em 2003.

Conhecidas como “estranhos círculos de pedra” por moradores locais em Turpan, na China, as formações variam em tamanho e forma.

E agora especialistas sugerem que elas podem ter sido usadas pelos nômades primitivos para adorar o sol, e pode mesmo ter sido um local onde sacrifícios foram feitos – embora não se saiba quais tipos de sacrifício.

Existem semelhanças entre as pedras chinesas e Stonehenge, na Inglaterra. Isso inclui as formações que são relacionadas com a adoração ao sol, a forma das estruturas, e o fato de as pedras terem sido transportadas para o local de fora da região.

Os círculos estão localizados em Turpan, noroeste da China, e abrangem mais de 6,6 quilômetros quadrados. Elas foram filmados através de um drone na tentativa de entender melhor as estruturas e as suas origens.

Especialistas disseram que os círculos de pedra estão em linha com as tradições históricas locais, mas muito pouco se sabe sobre eles, incluindo a sua idade.

Algumas pessoas tinham assumido que eram locais de sepultamento e tentaram desenterrá-los.

Formações semelhantes foram encontradas em Burkhan Khaldun, uma montanha no norte da Mongólia, e os arqueólogos chegaram a sugerir que essas rochas da Mongólia poderiam ajudar a identificar a localização da tumba de Genghis Khan, conquistador e imperador mongol.

Esta opinião é partilhada pelo Dr. Volker Heyd, arqueólogo da Universidade de Bristol. Ele disse: “Primeiramente, elas foram feitas pelo homem; não há nenhuma dúvida sobre isso. Eu vi características semelhantes na Mongólia, onde elas são bem conhecidas também e são consideradas como características rituais.”

Ele continuou dizendo que a primeira dessas estruturas de pedra em Gobi pode remontar à Idade do Bronze, ou 4.500 anos de idade, embora as formações mais complexas podem ser tão recentes quanto o período medieval.

As formações de pedra são construídas em pontos altos da terra e algumas são quadradas, com ‘saídas’

Um círculo de pedra particular é conhecido como “Círculo do Sol” e é formado por quatro círculos concêntricos – o maior dos quais mede 8 metros de diâmetro, com o menor anel interno destruído. No sudeste do círculo há vários de tamanhos diferentes.

Devido à forma deste círculo particular, e uma falta de evidências de corpos nos locais, acredita-se que os círculos podem ser locais de cultos e sacrifícios para antigos povos nômades. Essa ideia é apoiada pelo fato dos círculos estarem localizados em terrenos mais altos, o que se encaixa nas condições de seleção para cerimônias de adoração antigas.

As rochas não são do deserto onde os círculos estão localizados, o que sugere que elas foram trazidas de longe, assim como Stonehenge.