Médicos alertam! Brigas de família diminuem expectativa de vida

Todos nós sempre soubemos que os nervosinhos tendem a “fechar o paletó” mais cedo. Seja por alimentar a raiva de outros ou por mais exposição a situações de riscos, o fato é: os violentos atraem a morte com mais intensidade.

Mas uma pesquisa feita na Europa revela um detalhe preocupante: brigar com familiares acelera o processo de morte natural! Quem costuma brigar com outras pessoas da família têm 2 vezes mais chances de morrer na meia-idade (entre 35 e 50 anos).

Pesquisadoras da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, estudaram quase 10 mil pessoas nessa faixa de idade, durante 11 anos. Elas descobriram que os que costumavam brigar com alguém da família tinham mais probabilidade de morrer na meia-idade do que os que brigavam pouco.

Uma das autoras do estudo diz que saber lidar com preocupações e exigências e resolver conflitos “podem ser importantes passos para evitar morrer mais cedo”. E aquela ideia de deixar extravasar tudo que se pensa, que se sente, que se sabe?

Então, quando chegar hoje em casa e encontrar aquele cunhado que você não gosta, o que vai fazer? E se sua tia, que nunca pergunta por você, ligar hoje pra perguntar se o dinheiro daquela herança já saiu? Brigar e correr o risco de se tornar parte da estatística dinamarquesa está em suas mãos!