Curiosidades

Cratera gigante está engolindo cidade inteira na Rússia

Como comentamos em um post anterior, os Russos adoram fazer buracos. Mas estas crateras terríveis estão causando estragos em vários cantos do mundo. Um dos mais notáveis sumidouros do planeta é o da cidade de Solikamsk, na Rússia. Em novembro de 2014, Uralkali, que é uma das maiores produtoras de potássio do mundo, começou a evacuar as pessoas de uma comunidade construída para os trabalhadores sazonais de sua mina Solikamsk-2.1

Infiltrações após uma inundação causaram um enorme buraco de mais 150 metros de diâmetro no meio da vila, a 1.600 km da capital Moscou.

SOLIKAMSK, RUSSIA - NOVEMBER 20: General view of soil failure 30x40 meters in Solikamsk on November 20, 2014 in Solikamsk, Perm region, Russia. The soil failure in Solikamsk was formed in the evening on November 18 in Kluchik settlement which was left by people in 2005 when ground level fell for several meters. (Photo Kommersant Photo via Getty Images)

Enquanto a empresa, planejava trazer de volta os trabalhadores depois de um tempo, a cratera tinha outros planos. E continuou a se expandir.3

As inundações contínuas contribuíram para a expansão do buraco durante toda a primavera e verão.

Surpreendentemente, a mina sob o sumidouro está estável. No entanto, a Uralkali está mantendo as operações suspensas até que possam ter certeza que a cratera não vai causar mais danos.

Esta comparação lado-a-lado mostra o quanto o buraco cresceu do inverno para o verão.4

No momento, não há nada que a Uralkali possa fazer para recuperar a sua aldeia e a mina do sumidouro. No entanto, é improvável que a empresa vai abandonar completamente a área – a mina Solikamsk-2 era uma das mais rentável da região, produzindo mais de 2 milhões de toneladas de cloreto de potássio, utilizado industrialmente como fertilizante.