Jovem inventa preservativo que avisa se parceiro tem doenças



Adam Arreola, estudante da Bellarmine High School em San Jose, Estados Unidos, inventou uma camisinha capaz de detectar doenças sexualmente transmissíveis, oferecendo uma prova visual de que a infecção está presente.

A ideia surgiu há pelo menos 4 anos, tempo necessário para o desenvolvimento do projeto que foi entregue ao escritório norte-americano de registro de patentes.

Apesar de ainda não poder detalhar como o sistema de detecção de DSTs do preservativo irá funcionar, em função de questões de propriedade levantadas pelo registro de patente, o jovem garante que será possível visualizar a prova de que o parceiro tem algum tipo de infecção1

Adam trabalhou com advogados especializados em patentes e um consultor do FDA, já que o preservativo é considerado um produto médico.

Mas será que saber se o seu parceiro tem uma DST na hora do sexo é mesmo uma boa ideia? Adam acredita que seria ideal se este tipo de preservativo se popularizasse, já que para ele não existe desvantagem alguma em saber se o parceiro tem uma DST. “Isso poderia ajudar a salvar vidas”, diz.

Adam ainda está decidindo se vai criar uma startup para fabricar o preservativo ou vender o produto para fabricantes de camisinhas.


Adam ArreolaBellarmine High Schooldetecta DSTpreservativos