Estudante acidentalmente se tornou dono do Google por alguns minutos



Quem lida com domínios na Internet sabe a importância de renovar sempre que necessário a posse dos sites controlados. No entanto, até mesmo os ‘gigantes’ acabam esquecendo dessa simples tarefa. Em 2003, a Microsoft acabou deixando o domínio hotmail.co.uk livre para venda, o que resultou na compra do domínio por um estranho, que conseguiu tirar o site do ar e causar uma série de problemas para a empresa. Doze anos depois, em 2015, o Google cometeu um erro muito parecido.

No dia 29 de setembro de 2015, o estudante estadunidense Sanmay Ved estava acordado durante a madrugada tentando aprender a utilizar o Google Domains, serviço novo da empresa, que permite adquirir e transferir domínios da web. Possivelmente entediado, Ved tentou pesquisar o domínio de seu antigo local de trabalho – Google. Para sua surpresa, google.com estava à venda por apenas 12 dólares. O rapaz, então, adicionou o domínio no seu carrinho de compras, fez ocheckout e pagou pelo ‘produto’. Alguns segundos depois, seu cartão de crédito foi cobrado, e então dois e-mails apareceram na sua caixa de entrada, cheios de informações importantes sobre o google.com. Naquele momento, ele era o dono do domínio. Imediatamente, ele passou a receber também e-mails direcionados para a equipe de web do Google, além de receber acesso para áreas que ele normalmente não conseguiria acessar.

Mas a brincadeira não demorou mais que um minuto. Logo em seguida, o Google percebeu a grande besteira que havia feito, e como o domínio havia sido vendido por um de seus próprios serviços, isso significava que ele poderia cancelar a venda. Por isso, o cartão de crédito de Ved recebeu os 12 dólares de volta, ao mesmo tempo em que a gigante companhia reassumiu o comando do domínio google.com. Mesmo assim, a empresa ofereceu um ‘prêmio’ em dinheiro para Ved, que mostrou humildade ao solicitar que o valor fosse entregue a alguma instituição de caridade. Antes de fazer isso, o Google duplicou os valores. Ao fim de tudo, Ved postou detalhes do incidente em seu LinkedIn, o que acabou viralizando e atraindo mais de 300 mil visualizações, o que acabou se tornando um grande resultado para um investimento de 12 dólares, que ainda foi reembolsado.