Carregar celular pode virar coisa do passado



Aquele velho ritual de carregar o celular ou ser “escravizado” por uma tomada naqueles momentos cruciais do dia em que você precisa estar conectado com seus amigos ou com fazer uma ligação de urgência pode estar com os dias contados. Uma empresa de tecnologia na Nova Zelândia está desenvolvendo um novo sensor que capta energia sem precisar estar conectado a um carregador.

A inovação promete carregar dispositivos eletrônicos como câmeras digitais e smartphones com um sensor que gera energia e pode ser dobrado e esticado para ajudar no carregamento. O objetivo dos inventores é que no futuro não seja mais necessário procurar uma tomada todas as noites para carregar seu dispositivo eletrônico.

Os sensores criados pelos neozelandeses já foram patenteados e agora estão procurando 100 clientes dispostos a testar a inovação em seus produtos, segundo Bem O’Brien, CEO da StretchSense.

Com a fase teórica recém-finalizada, ainda não há previsão para que a novidade seja lançada comercialmente e deve até demorar pouco mais que o esperado. O’Brien afirma que a intenção inicial para a criação do sensor foi criar uma tecnologia que pudesse gerar energia a partir do movimento humano e que isso foi alcançado graças ao trabalho realizado em conjunto com a Universidade de Auckland. Agora o desafio é tornar ele a um preço acessível aos usuários.

Independente da demora em chegar ao mercado e das dificuldades de preço, a inovação é considerada o “Santo Graal” da tecnologia e já buscam parcerias com empresas de roupas esportivas e carros que possam captar essa energia, e também pode ser usado em acompanhamento médico.

Com todas essas previsões, só resta a O’Brien acreditar que a evolução da tecnologia pode trazer em breve um equipamento menor, mais leve e até mesmo mais barato para oferecer às empresas de tecnologias a possibilidade de criar aparelhos projetados para ser alimentado pelo sensor.


carregador de celularcelularcomo fazer mais para durar a bateria do celularsmartphone