Brasileiro que participa de grupo terrorista planejou ataque no Rio-2016



George Fenech, deputado francês, revelou, durante uma audiência do inquérito parlamentar sobre os ataques de 2015 na França, que um membro brasileiro do grupo terrorista Estado Islâmico estaria preparando um atentado durante a Olimpíada no Rio de Janeiro, em agosto. O alvo seria a delegação francesa. Durante a audiência, o deputado pergunta sobre o suposto plano terrorista a um chefe da inteligência francesa.

“Eu não tinha ouvido falar desse brasileiro que se preparava para cometer atentados contra a delegação francesa nos Jogos Olímpicos. Como você sabe?”, pergunta George Fenech, presidente da comissão. Quem responde é Christophe Gomart, general: “Pelos nossos parceiros”.

De acordo com o jornal francês Libération, o general é Diretor de Inteligência Militar. Ele não revelou se o brasileiro está preso, nem sua localização. Durante a audiência, o general afirmou que, para garantir a segurança durante os Jogos, o Brasil prevê “a criação de um centro anti-terrorista” com especialistas norte-americanos , britânicos, espanhóis e franceses. Aproximadamente 600 mil pessoas são esperadas para a Olimpíada.

O Ministério da Defesa informou que o caso é de responsabilidade da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). De acordo com o site G1, a Abin e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República disseram que não foram notificados pelas agências de inteligências francesas sobre um possível plano de ataque terrorista por um brasileiro durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.


ABINataque terrorista na françaataque terrorista nas olimpíadasataque terrorsitabrasileiro planejou ataque nas olimpíadasEIrio2016terrorismo