9 fatos que você ainda não se deu conta sobre o seu trajeto para o trabalho



Não importa o quão bom seja o seu trabalho, seu deslocamento até ele provavelmente não é o melhor momento do seu dia, seja pelo transito infernal ou pelo transporte público superlotado. Isso gera um desgaste físico e psicológico muito grande, que inclusive pode afetar tanto sua vida pessoal quanto profissional.

Nesse artigo, reunimos uma série de curiosidades científicas sobre esse percurso diário, e como ele está acabando com você.

1. O pior momento do dia é o deslocamento matinal para o trabalho

De acordo com um estudo feito por pesquisadores dos EUA com 900 mulheres, feito através de um simples questionário sobre quais atividades diárias deixavam as pessoas mais felizes, eles descobriram que o percurso para o trabalho logo cedo era o mais odiado no geral, superando até mesmo tarefas como trabalhar ou limpar a casa). Por sua vez, o trajeto de volta para casa, no começo da noite no geral, foi efeito o terceiro pior.

2. Acostume-se com o fato de que você nunca vai se acostumar

Podemos nos acostumar com qualquer coisa na vida, com exceção do deslocamento para o trabalho/casa. “Você não pode se adaptar a isso, porque é totalmente imprevisível”, disse o psicólogo da Universidade de Harvard, Daniel Gilbert. Geralmente é ruim, mas não tão ruim a ponto de não poder ficar pior.

3. Caminhadas ou pedaladas podem ajudar

De acordo com uma pesquisa realizada em Montreal, no Canadá, pessoas que vão para o trabalho e voltam para a casa a pé ou de bicicleta são no geral mais felizes do que as que enfrentam o transporte público ou trânsito.

4. Trajetos muito demorados podem acabar com o casamento

Segundo um estudo realizado na Suécia envolvendo mais de 2 milhões de pessoas casadas, pesquisadores descobriram que casais que passavam mais de 45 minutos no trânsito eram 40% mais propensos a se divorciar do que os casais que não enfrentavam essa rotina desgastante, pelo menos juntos.

5. Nem tudo está perdido: o seu relacionamento pode ser mais feliz se vocês fizeram o mesmo percurso

Em contradição com a última pesquisa, esse estudo, envolvendo mais de 400 casais norte-americanos e chineses, revelou que fazer o mesmo percurso todo dia é saudável para o relacionamento.

6. O tempo que você usaria fazendo em exercícios é gasto em deslocamento

Na verdade, o tempo que perdemos nos deslocando entre casa/trabalho geralmente é suficiente para fazer um monte de coisas melhores, inclusive dormir a mais e se exercitar. Segundo um estudo, cada minuto gasto no percurso está relacionado com uma redução de de 0,0257 minutos de tempo de exercício; 0,0387 minutos o tempo de cozinhar; e uma redução do tempo de sono 0,2205 minutos.”

7. Uma grande perda de tempo

Complementando o estudo anterior, esse revelou que, para cada pessoa que gasta mais de 3 horas diariamente no trânsito/transporte, as pessoas que trabalham em casa dormem 44 minutos a mais e se exercitam 63% mais.

8. Puxe assunto

De acordo com Nicholas Epley, psicólogo da Universidade de Chicago, uma boa forma de tornar menos cansativo o percurso é conversando com estranhos.

9. Finalmente uma notícia boa?

Nem tudo é má notícia para quem passa horas se locomovendo. Após um longo dia de trabalho, poucas coisas são melhores do que ler um bom livro ou ouvir suas músicas favoritas. Isso ajuda a liberar o estresse do trabalho e descansa um pouco a mente