8 cuidados que você deve ter com seu smartphone



1 – Coloque capinha e película

Seu celular provavelmente não custou barato, visto que o preço dos aparelhos cada vez mais estão subindo no Brasil. Por isso, um arranhão ou uma tela quebrada significam um prejuízo considerável para o dono do smartphone, e ninguém gosta de passar por isso. Sendo assim, utilize uma capinha protetora e uma película em seu celular para evitar acidentes. Existem diversos tipos de películas, como a translúcida, fosca e de vidro. A primeira, normalmente mais barata, protege contra pequenos arranhões, mas costuma ser frágil no que diz respeito a impactos e riscos maiores. O mesmo acontece com a película fosca, que normalmente conquista consumidores por não acumular marcas de dedo, ser antirreflexiva e facilitar o deslizar dos dedos sobre a tela. No entanto, para evitar o máximo possível de problemas com arranhões e rachaduras na tela, a mais recomendada é a película de vidro, que oferece uma camada extra de proteção e pode fazer a diferença quando seu telefone acidentalmente cair no chão. É possível encontrar películas de vidro por aproximadamente 30 a 40 reais, incluindo a aplicação – o que é um preço muito mais acessível do que o conserto de uma tela.

2 – Use um bolso apenas para o celular

Todos precisamos carregar muitas coisas nos bolsos ou em bolsas quando saímos de casa: celular, carteira, chaves, acessórios, carregador, etc. No entanto, imagine tudo isso se batendo ao mesmo tempo dentro do seu bolso. Não seria nada surpreendente se o seu celular saísse com uma coleção de arranhões, certo? Por isso, reserve algum espaço apenas para transportar seu smartphone – um bolso específico na calça, ou na bolsa, ou então dentro de uma capinha que seja fechada na frente e atrás – desde que seu material também não recebe arranhões.

3 – Desligue bluetooth e outras aplicações que não são úteis o tempo todo

Agora deixando um pouco de lado a parte física do aparelho e pensando em seus aspectos internos, uma dica interessante é deixar desligadas funções que não são imprescindíveis o tempo todo. Por qual motivo, por exemplo, você deixaria o bluetooth ligado o dia todo? Tudo que isso iria lhe oferecer seria uma bateria menos duradoura além de vulnerabilidades até mesmos a ataques de pessoas mal-intencionados. Por isso, desligue tudo aquilo que você não vai precisar, e deixe para ativar essas funções quando realmente for necessário.

4 – Cuidado ao deixar o celular carregando durante toda a noite

Carregar seu smartphone durante toda a noite é algo comum para muitos usuários. E realmente não existe nenhum problema em fazer isso caso seu celular esteja funcionando sem nenhum problema. A maioria das baterias modernas são protegidas com sistemas que interrompem o abastecimento de energia quando a carga chega a 100%, evitando danos ao aparelho. No entanto, caso ocorra qualquer problema com esse sistema de proteção, o prejuízo pode ser grande. Sem a proteção, seu celular pode superaquecer e sofrer sérios danos internos.

5 – Considere utilizar aplicativos antifurto

Infelizmente, as estatísticas de roubo a celulares estão cada vez maiores. Principalmente nas grandes cidades e capitais, os smartphones são rapidamente revendidos, financiando o mercado do crime e gerando renda fácil para criminosos. Por isso, instalar aplicativos antifurto pode ser uma boa maneira de dar uma proteção extra ao seu aparelho. Alguns aplicativos, por exemplo, permitem que você gerencie arquivos importantes de forma remota, além de soar alarmes, mostrar localização, bloquear o aparelho e outras funcionalidades. Com uma aplicação desse tipo instalada, junto com boa vontade da polícia, você pode até mesmo recuperar seu celular – ainda que, infelizmente, isso seja pouco comum. Sempre é bom lembrar que em casos de roubo é imprescindível que você faça um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima e tenha em mãos o número IMEI do seu celular.

6 – Não deixe o celular descarregar completamente

Os mais velhos provavelmente ainda devem acreditar que a velha máxima de deixar o telefone descarregar completamente para não ‘viciar’ a bateria segue valendo para os modernos smartphones. No entanto, isso não é verdade. As baterias atuais são muitos mais avançadas tecnologicamente, e prometem não viciar. Por outro lado, deixar o aparelho descarregar completamente é uma prática condenada por praticamente todos os técnicos no assunto, que dizem que isso pode diminuir a vida útil da mesma. Os próprios aparelhos são programados para desligar quando chegam a 5% de carga, ainda que mostrem que não há mais bateria disponível. No entanto, é perigoso deixar o celular chegar a níveis tão baixos.

7 – Evite acumular muitos aplicativos desnecessários

A grande quantidade de aplicativos e jogos disponíveis para download pode fazer com que você acumule uma grande quantidade de aplicações desnecessárias em seu aparelho. Isso irá ocupar sua memória, podendo deixar seu telefone mais lento e causar os famosos ”engasgos”, já que muitas aplicações podem continuar rodando em segundo plano. Por isso, tente manter somente aquilo que você realmente utiliza em seu dia a dia.

8 – Não armazene arquivos sigilosos

Por último, mas não menos importante, por mais que isso pareça ridículo para alguns, não armazene arquivos sigilosos em seu celular. Ainda que ele aparente ser super protegido, com senhas, padrões de proteção e etc, você nunca sabe em que mãos ele pode parar, ou as ameaças que podem atingir seu aparelho. Não são raras as ocasiões em que um celular para de funcionar e, enviado para a assistência técnica, seus donos acabam tendo fotos íntimas e outros documentos confidenciais roubados pelos próprios técnicos. Além disso, os celulares também não estão livres da invasão de hackers, que podem roubar informações bancárias e outros dados pessoais sem que você imagine. Por isso, tome medidas de segurança mas tente não manter armazenado aquilo que você não pode perder de jeito nenhum.


como deixar o celular mais rapidocomo não deixar o celular travarcuidados para ter com o celular